21/01/2011

É A Nossa Vez !

A esquerda que me feres, não mata
É seu jeito maneiro de voltar pra mim
É a arte mais leve no sentido que impede
A explosão deste grito nascido em ti


Porque somos distancia
Somos mesmo entre-mares
E se fizermos as pazes
Todo o resto não conta


Este meu faz de contas
Sem você não existe
Quer brigar? Não me chame


Quer me amar? Me convide
Quando somos só nós
Só o amor nos define !

Sampa – 21 Jan 2011
Ao Som De Djavan – Brigas Nunca Mais

Um comentário:

  1. A poesia, a música... dá vontade de ficar aqui o dia todo.

    ResponderExcluir

O TEU SENTIDO DÁ A DIREÇÃO - A TUA VOZ É OUVIDA - TEU TOQUE ABSORVIDO - E MINHA GRATIDÃO TE PAGA!