31/12/2011

Eu Te Amo!

- Eu te amo.
Desmedidamente e nas alturas.
No reverso calmo deste mar e na candura,
Digo; Das horas tantas!

Te amo como um olhar que se espanta
Sede deste sal que vos decanta.
Pela força do mistério e da esperança,
Que de tua carne sangra!

Eu te amo tanto linda!
Antes de todo sol nascente,
Já que em nossas tarde sois presente,
E a noite és minha.

Amo-te como quem já sabes tudo,
Por Este Amor -  O Teu Amor - A Minha Vida !!!

Lagos – Nigéria 31 Dezembro 2011
Ao Som De Djavan – Nem Um Dia
Feliz Ano Novo Meu Amor !!  !!!


27/12/2011

Em Todo O Lugar Onde O Céu For Você, Eu Te Vejo .. ...

Horizonte sem fim
Olhos verdes de mel
Arco Iris de anil
Codinome tempo.

A todo tempo, flor
Paraíso amor
Infinita cor
Companheira minha.

Alegria infinda
Maravilha vida
Eucaristia amiga.

Pela eternidade
Além tua carne
Se esconde em mim!

São Paulo 27 Dezembro De Nosso Melhor Ano [até aqui]

Ao som De Chico Buarque – O Caderno

FELIZ 2012 – MEU AMOR.



15/12/2011

Do Peito A Promessa Minha, Dos Olhos A Lágrima Caía E A Santa Guarda O Meu Fim!


Santa Magia Palavra
Clara Nos Pensamentos Meus
Alva, Mara, De Alma
                                          [Bárbara]
Salva A Mercê De Deus

Santa Lírica Que Acode
Move O Que Em Mim Se Escondeu
Da Tez Ao Vão Da Existência
Liberta-me Com Poderes Teus

Ave Santa Batalha
Quereres Além De Mim
Renova Com Ar De Esperanças

Alimenteis A Criança
Apazigueis Na Distancia
E Perdoai-me No Fim!

São Paulo 13 Dezembro 2011.
Ao Som De Jorge Ben Jor – Santa Clara 

01/12/2011

Felicidade Afinal !

Quem me dera se os campos hoje azuis,
                                    [ontem distantes]
Feito as palavras que aqui disponho
Meio grito, meio encanto
Findasse no alvorecer de nós.


Quem me dera os nós,
Desatados frente aos olhos
Neste mar que a ti devoto
Ao menos levasse ao fogo.


- Quisera Louco!
O pouco que aprendi com a lira,
Nos campos quais jamais terminam


Reencontrastes liberta.
Minha e tão quanto eterna
Assim como quem ri no fim!


Sampa – 01 De 2011.
Ao Som De Tom Jobim – Luiza



22/11/2011

AMÉM !

Ave Maria
Quando os meus olhos encontrar as tuas mãos
Gratia plena
E juntos escrevermos, mar
Dominus tecum
Quando os sonhos nos levar por entre o azul
Benedicta tu
No céu o arco-íris nos guiar
In mulieribus
Um grito se ouvirá de norte a sul
Et benedictus
Chuva de palavras, a despencar
Fructus Ventris tui, Jesu
Anjos há cantar o nosso amor
Sancta Maria,
E todo o fim do enigma anunciar
Mater Dei,
Amor o que vivi foi o que te amei
Ora pro nobis peccatoribus
Amei, amo e amarei
Nunc et in hora mortis nostrae
Além da vida!
Amen!

São Paulo 22 Nov 2011.
Ao som de Coldplay – Paradise


21/11/2011

Pra Revelar-te, Canto !

Importa-me o céu
O anel da lua a meia noite
As flores pra contar desejos meus
A foice no anzol das palavras

Importa-me e muito a estrada
A alma que em você está
O sorriso advindo do sim
O vê-la por sempre chegar

Importa-me o frágil arrepio
O desvio da ausência no espelho
E traduzi-la o que sinto

Além de todos estes meios
Importa-me contar-te que o amor
O amor é do beijo o segredo!

Sampa 21 Nov 2011.
Ao Som De Coldplay – Up In Flames
Cd Novo Do Coldplay Por Aqui Bombando –
 Adoroooooooooooooooooo!!!


18/11/2011

OUTRO RETRATO !


- Pensei:


Indubitável a misericórdia da criação se levanta contra a palavra que escapo de ti pra relatar sentindo-me.
- E ai? E ai, e por intuição pressentindo no fim o que o destino sabe só, digo; O que a poesia cobre, ELA alcança!


Deu-me uma vontade de correr pro mar e gritar; P O E M A!


- Poema? Poema tua voz eu ouvi no peito. Tua rima corre em minhas veias. Tua presença continua desenfreada. -Tudo, tudo feito o inferno pros olhos; Frente há esse tempo que não pára!


- Poema? 


Poema que agora beija-me, escraviza-me e põe fogo ao que é delírio.


- Poema? Poema carne e infinito, diga o que sabes.


Diga o que sabes prestes a inundar-me.


- Diga? 


Diga com teu sim, o "Não"Não sei bem dizer-te; SAUDADES !!!


Sampa 18 Nov 2011.
Ao Som De Capital Inicial – Fogo.

16/11/2011

R E T R A T O !

Sob a tua face sem fim
É com vigor nos olhos que te guardo
Ao ver teu rosto afinasse dentro em mim
A passos largos;


Trás o sentido fel ao que é jardim
No logo ali qual me devoras em pouco instantes
Toda essa fome se apresenta aqui no fim,
Qual o nome escondo.


Se quer a carne contorcesse em vão por ti
Se amanheço, ardo enquanto cego
Se o desespero mora junto a mim


Sem céus abertos,
A diferença ler-se onde sentir
Poema Ou Rezo?


Sampa – 16 Nov 2011.
Ao Som De Caetano – 
Você Não Me Ensinou A Te Esquecer.




05/11/2011

Na Enseiada, O Nosso Amor!

Não se espante linda se a noite chega
Nela – Todo o mar é liberdade
Trafegando estrelas, dessatando portos
Para ouvir silêncio e grudar aos mãos
Vou sem direnção no amor que é nosso
Velenjando sonhos pela imensidão...


Refletir certezas e navegar sereno
Cada astro incide o que há no então,
No atol do tempo primazia flagra
Caravelas partem madrugada adentro
Um contentamento que na brisa paira
No teu mar o vento é pra lembrar paixão...


Lá no fundo a bruma contraria a pressa
Quem tem pressa corre, quem não tem se abraça
Na viagem nossa tudo é muito simples
Tem você e eu que ná fé deságua
Se palavra ou ilha na manhã que chega
Pela areia branca caminhar nos salva


Enseada afora, nosso amor é alma!


Lagos – Nigéria 05 Novembro 2011.
Ao Som de Seu Jorge – Quem Não Quer Sou Eu.



28/10/2011

JURO !!!

Curvado o corpo era espera
A direita do bom que é voltar
No quarto os sentidos revelam
O quanto a quero roubar
E tudo é uma sede que imprime
Teu gosto, teu cheiro de mar
O mar qual inundo meu grito
O alivio que liberta meu Carma
O preço qual pago o desejo
O espelho que a verdade cala
A minha importância tão menos
A tua passada mais calma
O vicio na ponta da faca
O que reconheço só teu


- Por Deus!


Sampa 28 outubro de 11
Ao Som De Sade – Please Send Me Someone To Love
Semana Dela Aqui No Blog – Enjoy It



26/10/2011

Quem Ama Cantou Bem Alto!

O homem projetou na tela
O fino tato de esperança
E ela a estrela mais bela
Se agigantou na lembrança


Imagens do pano saltavam
O canto do povo se ouviu
E ela bem mais que palavras
De lagrima meu olho vestiu


Amor as tantas,
Leve como tudo frágil
Amor que dança,


Dono deste instante amável
Amor que show
Quem ama cantou bem alto!


Semana Sade Aqui No Blog - São Paulo Outubro 2011.
Em Referencia Ao Melhor Show Que Já Assisti,
E Não Poderia Ser Diferente.
Fotos Reais – Fotos Do Show.
Ao Som De – All About Our Love – Sade.




24/10/2011

Eu Choro Por Jesus, Mas Oro Em Yoruba ! (Adupé Fun Olorum)


Quem faz um poema – Incendeia a carne
Se deixa invadir – Dá casa ao quem sabe
É do homem a mulher - A mais pura saudade
Um inicio e o fim – Tanta veracidade.


Quem faz um poema – “Se alembre” de mim
Aqui, acolá – N´outro mundo a seguir
Se mentir, “desconjuro” – Não te afaste da sina
Tua dor de poeta é o que me salva esta vida.


Dê asa a memória– Atravesse meu chão
Se cruzar as certezas – Se quiser me contar
Tua fé eu conheço a encontrei além mar.


Num ali mais adentro – Nesta sobra de versos
Quem me faz um poema – Tu já sabe o que eu quero
Tudo em nome da cruz – Rezo enquanto a espero.

Sampa 17 Outubro 2011.
Ao Som De Chico Buarque E João Bosco – Sinhá.
Simplesmente O Máximo Da Musica – Extraordinário Vídeo Angariado Lá No Blog Da Moni (http://blogdamoni.blogspot.com/) Que Eu Adoro.
Dela Digo; Talento De Sobra – Vasto Saber De Palavras –
Musica Sempre Boa E Eu Sempre Vou Lá.

13/10/2011

JUST SAID SO...

Encurtei-nos a distancia fui sorriso
Há tempos não tocava tua lisa cara
De repente a vida num "viajar" inteiro
De repente o mundo na viagem pára
                                      [- E Eu Nem Desço!]


Sou janeiro em outubro um Vesúvio na alma
Uma gritar pelo corpo, um silêncio na fala
Um dizer com os olhos o que a sede deflagra
Um instante só meu pra matar tua falta
                                       [- E Você Que Nada!]


Sobrevivo e morro mil vezes
Estanco a cada passo sem você
Um misto de sentir num simples toque
                                       [- Um Enlouquecer!]


O universo além do que se vê
E tudo que eu disser aqui é raso
Resumo aquele tato é o meu viver
                                       [- O Resto, Eu Acho!]


Sampa 13 Outubro 2011.
Simplesmente Maravilhosa Musica E Letra:
Ao Som De John Mayer – Hartbreak Warfare!

11/10/2011

O Mais Tolo Verso, A Mais Pura Verdade!

O meu dom de palavras inatas
Não salva, nem pouco desata
O verdadeiro nó da solidão,
- Tem nada não!
O que insisto em dizer versando,
É um tanto melhor que nada
Se a parte mais nobre
Ou um instrumento da alma
Se pedaço de chão,
Ou a ponte na estrada
O fato é que na lira há compaixão.
- E então; No fim que é entre tu e você mesmo
Te lanço a poesia feito um beijo
Porque habita em ti meu coração.

São Paulo Outubro 2011.
Ao Som De – What A Wonderful World- Louis Armstrong
http://www.youtube.com/watch?v=m5TwT69i1lU

04/10/2011

As Horas Tantas!

Tão cheia de amor, filha do mar
Fino par de amar, amava a noite
No seu norte o silêncio, pelas veias um passado
Ao seu lado a coragem, na memória o retrato.

Dele que ama.
Dele a quem pede, dele seu intimo
Dele que ausente, dele que insiste
A condenar sua pele.

Nas horas tantas!
Mil vezes em claro, ao pé da Santa
De fronte ao acaso.

Porque assim sois, porque vos declaro.
Ela sou eu e eu sou você;
Com saudades do amor, vendo a noite morrer!

Sampa – Primavera 2011.
Ao Som De - Cecilia Echenique; Pedro Azna e João Gilberto –
Insensatez.

03/10/2011

Um Ser, Cem Por Cento De Alguém !

Jorro– soltas palavras
Asas que me convém
Estradas – Farta invernadas
Mas, tanto é o amor que se tem.


Bem – Por hora desejos
Lembranças próximas, recém
Delírios – Por trás dos segredos
Um ser, cem por cento de alguém.


Alguém – Principio de tudo
Tudo – Universo profundo
Sonhos de um nome refém.


Mundo – Tão cara e coroa
Então voa – Saudades voa
Que eu juro voar mais além !


Ao Som DeThe Calling - Wherever You Will Go.
Sampa – Primavera 2011

29/09/2011

44 ESPERANÇAS !

Chego à metade que me fará um inteiro
Pois o meu Janeiro é Setembro.
Sabendo que os ventos que banham as flores  
São os versos da lida a cobrir meus amores
Como forma de vida a rufar nos tambores.

- A voz que canto!

Ama a unicidade da entrega
Fielmente transpassa a mercê do quem dera
Como um tanto que diz, diz em tonos de pedras
Feito a mão que acusa, meu destino é ser TERRA
Terra e ela é um só, uma só, primavera.

- Cantando Amo!

Particípio de um verbo que acabou nos teus braços
Porque meu nome é acaso, quando o atento descansa
Porque somo e divido, porque sangro e estanco
Porque digo e repito; todo resto é lembranças
Parabéns a mim mesmo, quarenta e quatro esperanças.

- E Eu Vou Levando!


Sampa Quase 30 Setembro 2011.
Thank God...
Ao Som De Zeca Pagodinho - Verdade.

28/09/2011

Beijinho !!!


O Santo trago de amor
Assim como for, nem dói
Corrói as marcas do adeus
Aquelas gravadas em nós


O nosso por hora, cuidado
Nos braços é bom levantar
Ao lado bom do pecado
Tão frente a frente com o mar


Amar este trago de amor
E repetir várias vezes
Contar nos versos por vir


Pra validar a certeza
Dizer que tudo no fim
Só é bom se você me beija!


Sampa Ao Som De VM – Ainda Bem

27/09/2011

Meu Nome É Terra !

Tenho pena de beber ainda hoje, o pranto
Como traga o outono os verdes campos
Porque é cinza o lamento de quem ouço,
E ouço-me tanto.

Ler-se esta face hirsuta e branca
No quando a envelhecer a tez mais branda
A arte de correr a passos largos
Ao encontro de tua voz que se levanta

Prezada carne,
Donde foste dela firme, acaso
Um a um de nossos instantes raros

Guardados na memória faz-se historia
Pois minha era é um livro interminável
De amor e gloria!

Sampa 27 Setembro 2011.
Ao Som De – Yamadu Costa – Hino Nacional Brasileiro.

26/09/2011

Ali.

O teu gosto e gás
Tua obra prima
No afã de mais
Por meu todo corpo
Pela alma minha.


É o que refaz
É o que destina
Existência e ato
Toda precisão
Sim por todo ar
Não, pra nunca não.


Luz pra se apagar
Toque sem conter
Hora de ser mar
Velejar sem ver
Cais pra se encontrar
Tanto se querer
Já que tudo está;


Onde está você !


Sampa Setembro 2011.
Ao Som De Seu Jorge –
Quem Não Quer Sou Eu

22/09/2011

Um Tanto Pouco, Talvez!

Contemplou o céu
Fez-se viagem
Partiu pra onde fugiu
Sentiu saudades.


Versou a própria solidão
Comeu as nuvens
Quebrou o seu coração
Não era imune.


Alegrou-se um tanto
Entristeceu-se outro
Pensou até quando


Dobrou o corpo
Lembrou que já foi feliz,
Que hoje é louco!


Sampa 22 setembro 2011.
Ao Som De Marisa Monte – Ainda Bem.
- Sensacional Musica -

21/09/2011

Sonhava Enquanto Te Lembrava !

Farta entre os dedos, a falta
Sangro tua ausência no outono nosso.
Vaga entre os mundos as letras
Toda certeza que nos versos imploro.


Dobrais teus sinos.
O abismo do olho a minha cara.
Curvais as vozes lá do alto,
Traga aos sentidos o que hoje é nada.


Pois tudo sei que me equivoco
Declamo-te meu penar ainda
Navego por teu mar distante


Certo que no cais a lira
É tudo quanto sou desejo
D´Ela codinome, linda!


Sampa – 21 setembro 2011
Ao Som De – The Smiths – "How Soon Is Now?"

20/09/2011

La Mia, Verve !

!
Como uma pipa no ar jurada aos céus
Um livre sonhar contrapondo o não
A imaginação que é sede de voar
Vem aterrissar em suas mãos.

Pra ser palavra,
A alma lavada a mercê do toque
O apogeu lascivo de mim mesmo
E a saudade mais nobre.

Faz-se fim e inicio
Toda imaculada aceitação
Tudo como sempre assim

Tudo ao meio
Feito um eterno janeiro
Por Teu Amor E Paixão!

Sampa 20 Setembro 2011
Ao Som De U2 – Kite 

16/09/2011

I M P U R O’S !

A mão, o coração, as vísceras
A cobiça viril de um ser
A tarde, a nudez, o toque
O que não é possível esconder.


O clímax, o avesso, o espelho
O frente a frente com o pecado
O olho a fugir daqui
O tal soslaio.


A sensação do ser e ficar
O pueril que já se foi
A virgindade daqui nunca mais


O que será depois
O sangue nas vestes do enfim
O explodiu em dois !


Sampa 16 Set 2011
Ao Som De Angela Ro Ro - Compasso.

15/09/2011

- Hein ? ! ?


Não sou tão invencível assim
E o que não há em mim em ti decola
Alheio ao futuro, escravo do ontem
- Sonho com as horas.

Um ir e vir mais anormal, jamais
E o que se faz as pressas é se tentar
Não acusar nos olhos o que sentir
- Irremediável o tempo é quem está.

E se não está que tempo admitir?
E se ouvir da boca o que evitar?
E se rogar que Deus é pra pedir?

O nosso eu a quem devo entregar?
Pra não chorar na hora de partir,
É frágil te pedir para ficar?

15 setembro 2011.
Ao Fundo - The Police – Wrapped Around Your Finger 

14/09/2011

A Sós !

Disposta a aninhar seu tempo
Aquela constante contra mão
Arremeteu seus olhos contra o nada
E nada perturbou seu coração.


Uma viagem pro ali, outra também
Algum bem que um dia se foi
Um temperamento explosivo e sempre
O reinicio que ficou pra depois.


Ela – De sentimento agudo e sem palavras
Acende a única certeza do amanhã
Quer ser tocada, corpo e alma.


Não quer agigantar seu eu pagão
Nele - Ler-se presa e foi marcada
Diante do sim, no eterno do não!


Sampa – 14 Set 2009.
Ao Som De Sade – Kiss Of Live.

09/09/2011

A Arte De Lembrá-la A Todo Instante !


Um tanto de paz no meu olhar distante 
Tão fascinante mundo vem depois 
Dificil é não vê para onde caminho
Se em todos sentidos nosso encontro é a dois.


Se a lua foi ou mar que veio
Se derradeiro ou primeiro em amar 
Se o tempo inteiro ou apenas instantes 
Se deixei  flores na estante, com elas posso contar. 


Um verso a mais, um indelével beijo
Um traquejo escondido, um deserto ao meio 
Um cuidando do outro, um Soneto em lampejos.


Tudo está em seu curso, todo o amor no seu jeito
Tudo acima do não, todo meu coração, 
Neste estado perfeito !


Sobre O Deserto Norte-Africano Rumo A Dubai 
Ao Som Do Mais Repetido Som Dos Ultimos Anos 
Have I Told You Lately That I Love You - Van Morrison 
Acesse O Vídeo Acima E Boa Viagem !!!

02/09/2011

No Mar Cantou Sua Linda !


Deixou cair vagamente a prece 
E seu apreço meigo assim constante 
Um misto de olhar cruzado e o amor distante, 
O fez cantarolar ao Mar!


E por amá-la ao Mar ainda cedo
Na alvura da areia poetou seu canto 
E viu-se encobrir do tom de sonhos 
Eis o seu querer profundo!


Ora direis a nau que a leva 
D'Ela é toda a briza em voz de lira 
N'Ela a imensidão que se navega 


E toda a sintonia qual decifras 
É tudo que este verso um dia quis 
Cantá-la a vida!


Lagos - Nigéria - 02 Setembro 2011 
Ao som De - Seu Jorge - Seu Olhar 

25/08/2011

Disse A Saudade, Que Chegou Sua Vez !

A saudade viva
A saudade D’Ela
A saudade leva
A vagar em si


O pensamento voa
O pensamento á toa
O pensamento ecoa
A esperar por ti


O caminhar disfarça
A espera arrasta
O cheguei aqui


O não saber mais nada
A ausência e lágrimas
O que chamam fim!


São Paulo 25 Agosto 2011.
Ao Som De Blue Rodeo – Bad Timing
Adorooooooooooooooooooo!!!



23/08/2011

Ela !!!

Matéria prima do sol, o mar
Avisa os olhos da terra
No céu a estrela mais bela
Aviventou-se ao luar.


A brisa calhou na face
Por todo o vão da certeza
Iluminando os jardins
Por onde você esteja.


Lembrar é servir a verdade
Saudades é a face de um Deus
Inteiro é a soma das partes


Do todo que aqui se viveu
Ao certo, meu grito é passagem
Na imensidão do teu eu !


Sampa 23 08 2001
Ao Som De Marisa Monte –
Pelo Tempo Que Durar.
Sensacional A Musica E Vídeo
Obrigado – Beto.